voltar

DEFINIÇÃO DE CLINIC CARE

CLINIC CARE é uma clínica de reabilitação com meta predeterminada, para pacientes subagudos ou em cuidados paliativos.

Os pacientes devem estar com estabilidade hemodinâmica, possuir grandes possibilidades de ganhos reais e redução de dependências.

O Clinic Care é também um espaço de treinamento dos familiares, que darão sequência ao cuidado no domicílio, o qual, muitas vezes, ocorre sem a necessidade de um home care.

DIFERENCIAL

A aplicação de recurso onde é necessário, com a simplicidade de uma residência.

O diferencial do Clinic Care começa pelo critério de elegibilidade, que pondera a real possibilidade de reabilitação com a meta predeterminada.

Em termos de estrutura física, a dinâmica do espaço deve permitir ao paciente ter uma experiência o mais próximo possível de uma residência. A estrutura deve possuir diferenças significativas daquela que vemos em um hospital terciário. A humanização e a simplicidade devem estar nos detalhes arquitetônicos, que permitem que o paciente desfrute de uma atmosfera quase domiciliar. Essa atmosfera reforça sua individualidade e o processo de transição pelo qual ele está passando. Em termos também de dinâmica, o paciente deve ter acessos diversos, poder ir ao jardim externo, já que lá são realizados processos de cuidado, e o bem-estar que ele proporciona faz parte do cuidado previsto. Outro aspecto importante de conforto e bem-estar é o banheiro, chamado “Sala de Banho”. São espaços amplos nos quais os pacientes, mesmo quando acoplados à ventilação mecânica, podem tomar banho de aspersão (chuveiro).

Tanto os leitos quanto os quartos não possuem numeração, já que a humanização transparece no acolhimento pessoal que é dado a cada paciente. A história de cada um deles é colhida e afixada próximo ao leito, permitindo que cada um seja reconhecido por quem realmente é, e não por sua condição de saúde momentânea.

As alternativas à internação no Clinic Care seriam: manter o paciente por um longo período em uma unidade hospitalar com pequena probabilidade de reabilitação, já que esse não é o foco do hospital, ou ainda a de uma transferência para home care, com alta dependência, em internação domiciliar 24 horas, e em um processo de reabilitação muito mais lento no domicílio, tudo muito diferente do modelo de atendimento no Clinic Care, já que a intensidade dos recursos em uma unidade com meta predeterminada é fator determinante do resultado em reabilitação.

Os pacientes elegíveis desta clínica devem receber a assistência com equipe multidisciplinar, construída com a finalidade de atender pacientes cuja combinação de seus problemas físicos, funcionais e psicossociais demande um tratamento com escopo, intensidade, frequência e complexidade especiais, e que são mais bem providos em lugar adequado, que leve em consideração a melhor relação entre praticidade, risco e custo.

Esses cuidados deverão ser administrados por tempo limitado, dias/meses, até o cumprimento de um plano terapêutico específico.

O corpo clínico do Clinic Care é formado por médicos e rotina médica, enfermeiros e técnicos de enfermagem trabalhando 24 horas, além de coordenação de enfermagem, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, nutricionistas, psicólogos, entre outros, que estão presentes na unidade em plantões ou em rotinas.

Esses profissionais são capacitados em suporte ventilatório, suporte nutricional, reabilitação funcional, cuidados de feridas e estomas, cuidados paliativos e procedimentos especializados.

São, ainda, qualificados a prestar um atendimento que leve em consideração o aspecto biopsicossocial, conscientes da importância de tratar o paciente e seus familiares de forma ética, competente e, acima de tudo, humana.

Todas as ações envolvem não somente a equipe multidisciplinar do CLINIC CARE, como também abrangem familiares, amigos do paciente e profissionais da operadora de saúde.